Resenha: Cilada

Hey desventureiros e desvetureiras, faz tempo que não apareço por aqui. Mas queria falar que estou explodindo de orgulho do blog. A promoção do “Dia da toalha” acaba esse mês, e aí lançaremos outra promoção que eu sei que vocês vão amar.
Eu ando com quase nada de tempo e por isso tenho lido um pouco menos =/. Sem falar no tanto de resenha atrasada que eu tenho que postar,mas vamos lá. Vamos falar de coisas boas. E dessa vez não é da Tekpix (quetei), vamos falar do livro que eu acabei de ler ”Cilada” do autor John Rickards. Eu não conhecia o autor, mas foi só pegar o livro que eu me apaixonei pela forma que ele escreve e envolve o leitor.

SINOPSE: Para Alex Rouke,a volta a Winter’s End, no Maine,para ajudar na investigação de um assassinato,etã longe de ser algo simples. Ele acha o interrogatório do suspeito um processo irritante, e em pouco tempo percebe que a figura pálida e magra à sua frente está fazendo um jogo sinistro. Alex começa a pensar o impensável- que a chave para solucionar o crime se encontra em seu próprio passado.

Não tem como fazer uma resenha e não soltar alguns spoilers. =/ Por isso vou falar bem puco do livro.

Em uma noite chuvosa o delegado  local e seu ajudante se deparam na rodovia com um cara nu no meio da chuva portando duas facas e com um corpo aos seus pés.O delegado acredita que tem um crime,mas que já tem a solução pra este.Mas, durante o interrogatório o suspeito não colabora de nenhum modo: recusa a falar de onde veio, se cometeu de fato o crime, e oculta o seu nome. E o pior: Não são encontrados vestígio algum que prove o envolvimento do sujeito no crime. Intrigado Dale,o delegado, resolve pedir ajuda de Alex, um antigo agente do FBI e atual detetive particular que não pisa em Winter’s End, sua cidade Natal, desde que foi para faculdade.

No início Alex trata o suspeito do mesmo modo que trataria qualquer um, mas com o passar dos interrogatórios e de algumas pistas o detetive percebe que Nicholas ( o nome hipotético do acusado) tem muito interesse por sua vida. Sabe como os seus pais morreram, o trauma que isso trouxe o trouxe e até mesmo onde ele  pescava com seu pai quando era criança. Aos poucos Alex descobre que caiu em uma Cilada.

Palavras-chaves que descrevem o livro: Envolvente, Surpreendente, e intrigante. Meninos, vocês irão amar o livro. Tem a dose perfeita de suspense. Meninas vocês vão amar o livro pelo suspense e pelo romance que ele trás em suas páginas.

A história tem a dose certa de todas as coisas que compõe um romance policial: Pistas que te fazem  imaginar a história. Romance. Suspense. Um assassinato. Um acusado ‘louco’. Sangue e muitas histórias do passado.

Eu indico com toda certeza e sejam felizes lendo. Quem já leu não esquece de comentar o que achou, e quem se interessou comente também.

Um beijo pra vocês.

 

 

4 pensamentos sobre “Resenha: Cilada

    • Heeey! O livro realmente surpreende. O.o e sim muito contraditório. UHAUHSUAHSU. Eu amo tudo que envolve suspense/policial *o*. Muito obrigada por comentar e quanto a imagem do banner eu vou dizer pra Mary arrumar (porque eu sou uma lenta nessas coisas e ela é nossa nerd nisso) *-*

      Beijos beijos :*

  1. Gostei bastante desse livro, nas páginas finais eu tinha tantas perguntas(parecia a série lost rsrs) mas o desfecho foi muito bom. Muito legal esse livro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s