O Circo está Chegando…

Boa Tarde gente *-*. Como estão? A resenha de hoje é do livro O Circo da Noite da Erin Morgenstern. Antes de eu comprar o livro eu tinha ouvido falar muito bem dele e tal, mas pra mim ele não foi muito lá aquela maravilha.  Mais pra frente explico o porquê.

Informações sobre o livro:
Edição: 1
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580571608
Ano: 2012
Páginas: 368

Sinopse: Sob suas tendas listradas de preto e branco uma experiência única está prestes a ser revelada: um banquete para os sentidos, um lugar no qual é possível se perder em um Labirinto de Nuvens, vagar por um exuberante Jardim de Gelo, assistir maravilhado a uma contorcionista tatuada se dobrar até caber em uma pequena caixa de vidro ou deixar-se envolver pelos deliciosos aromas de caramelo e canela que pairam no ar. Por trás de todos os truques e encantos, porém, uma feroz competição está em andamento: um duelo entre dois jovens mágicos, Celia e Marco, treinados desde a infância para participar de um duelo ao qual apenas um deles sobreviverá. À medida que o circo viaja pelo mundo, as façanhas de magia ganham novos e fantásticos contornos. Celia e Marco, porém, encaram tudo como uma maravilhosa parceria. Inocentes, mergulham de cabeça num amor profundo, mágico e apaixonado, que faz as luzes cintilarem e o ambiente esquentar cada vez que suas mãos se tocam. Mas o jogo tem que continuar, e o destino de todos os envolvidos, do extraordinário elenco circense à plateia, está, assim como os acrobatas acima deles, na corda bamba.

Pense em um lugar fantástico, mas não qualquer lugar e sim aquele que a única coisa que você consegue fazer é admirar. Sem palavras, sem gestos, você apenas fica ali em pé observando e absorvendo tudo ao seu redor. É assim que os visitantes de “Le Cirques des Rêves (O Circo dos Sonhos) se sentem ao entrar nas diversas tendas que o circo possui. Como podem ver esse não é um circo comum. No lugar de uma única tenda existe várias e em cada uma delas há uma atração. Existem contorcionistas, videntes, ilusionistas, malabaristas só que estes são como o circo, são extraordinários. As tendas são todas listradas de preto e branco o que deixa o ar mais misterioso e é com esse ar que a autora narra o livro.

Os portões de ferro estremecem e se destrancam, como que por vontade própria. Abrem-se para fora, convidando a multidão a adentrar. Agora o circo está aberto. Agora você pode entrar.

A história gira em torno das pessoas que contribuiram para o circo. Seu criador Chandresh, um homem rico que tinha jantares em sua casa, porém só eram servidos exatamente à meia-noite, seus cardápios e os chefes nunca foram revelados e isso deixava os jantares muito misteriosos. Outra história contada no livro é a vida de Celia e Marco. Os dois foram treinados por mágicos (Alexander e Hector), mas veja bem eles eram mágicos realmente. Criados desde crianças para se tornarem jogarem em um duelo e adivinhem aonde era a arena? Isso mesmo, O Circo. Como parte da competição era importantes os dois estarem comprometidos com o circo e é isso que eles fazem. E mesmo assim é não uma das histórias mais importantes do livro (pelo meu ponto de vista).

Labirinto das Nuvens: Uma excursão em dimensão. Uma ascensão ao firmamento. Não existe começo. Não existe fim.  Entre por onde preferir. Saia quando quiser. Não tenha medo de cair.

Conhecemos também Biley, um garoto que morava com seus pais em uma fazendo até que um dia um circo misterioso aparece na cidade. Ao visitá-lo, ele conhece duas pessoas importantes para a história do circo, os gêmeos Poppet e Widget. Estes que nasceram no circo, aprenderam a ser fantásticos como todas as figuras dali. E não podemos esquecer de Friedrick Thiessen, criador do mais belo relógio que fica exposto na entrada do circo. Ele, ao visitar o circo pela primeira vez fica encantado e começa a escrever artigos sobre suas aventuras naquele lugar misterioso e é apartir dele que muitas pessoas ficam conhecendo o circo.

A artista nessa plataforma segura bolas de fogo nas mãos nuas, e as transforma em serpentes e flores e muitas outras coisas. Voam faíscas de estrelas cadentes, pássaros surgem das chamas e desaparecem como miniaturas de fênix em suas mãos. Ela sorri na sua direção enquanto você vê as chamas brancas na mão dela…

Apesar da história não focar só no Marco e na Celia, que são os protagonistas, ela não fica cansativa. Aliás é essencial conhecer a história dos outros personagens para entender a história toda. Não sei se pela foto deu pra perceber, mas a capa dele é simplesmente linda. Quando se abre as orelhas então, é belissimo. Sinceramente, enquanto lia o livro fiquei com uma vontade imensa de conhecer um circo assim (doce ilusão). O livro é bom, a história é ótima só achei o final um pouco sem sentido ou “sem sal”. Ele não entrou pra lista de meus livros favoritos, mas mesmo assim ele é bom. Recomendo.
Bom, gente por hoje é só. A resenha ficou super grande. Me desculpem por isso. haha. Beijos e até mais.

2 pensamentos sobre “O Circo está Chegando…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s