Edgar Allan Poe

 

Boa noite pessoas. Tudo bem com vocês?

Semana passada fiz um post sobre a Agatha Christie (que vocês podem conferir clicando aqui) e continuando com o mesmo ideal falarei hoje sobre esse autor que escreveu vários contos e livros de terror e mistério.

Nome: Edgar Allan Poe
Data de Nascimento: 19 de Janeiro de 1809
Local de Nascimento: Boston (EUA)
Data da Morte: 7 de outubro de 1849
Local da Morte: Baltimore (EUA)

Inicialmente ele foi batizado como Edgar Poe. Era filho dos atores David Poe Jr. e Elizabeth Arnold Hopkins Poe. Seu pai, abandonou a família em 1910 e um ano depois sua mãe morre de tuberculose. Foi acolhido pelo casal Francis Allan e John Allan. Ele não foi adotado legalmente, porém recebeu o Allan como sobrenome. Em 1926, já cursando a Universidade da Virgínia, ele foi expulso pelo seu jeito aventureiro e boêmio.

Após vários desentendimentos com seu padastro, Edgar se alista no exército sobre o nome de Edgar A. Perry. Na época (1827) ele estava com 18 anos, mas se alistou colocando como se tivesse 22 anos. E foi nesse ano que ele publicou seu primeiro livro, Tamerlane And Others Poems. Após dois anos no exército, ele foi dispensado. Em 1829, sua madrasta falece e ele publica seu segundo livro, Al Aaraf. Com os acontecimentos passados, Edgar e seu padastro se reconciliam e este o ajuda a entrar na Academia Militar de West Point. Como seu jeito de ser era o mesmo de sempre, ele foi expulso da Academia. Com esse fato seu padastro, John, o despreza até morrer (literalmente). Em 1834, John Allan falece.

Edgar volta a morar em Baltimore, só que agora junto com sua tia Maria Clemm e sua filha, Virgínia Clemm. Em 1835, após escrever várias ficções, ele é contratado como editor pelo jornal Sothern Literary Messenger, em Richmond (até 1837). Nesse intervalo, ele se casa escondido com sua prima Virgínia, que na época tinha treze anos.

Se muda para Nova York e depois para a Filadélfia  onde lança o livro The Narrative of Arthur Gordom Pym. Em 1839 se torna editor assistente do Burton’s Gentleman’s Magazine, publicando vários artigos . Nesse mesmo ano, ele publica uma coleção dele chamada Tales of the Grotesque and Arabesque (que no Brasil é o Histórias Extraordinárias).

Nesse tempo, sua mulher começa a sofrer de tuberculose e acaba falecendo. Com esse fato, Edgar começa a ter um vicio alcoólico e acaba se demitindo e se mudando para Nova York onde arranja trabalho como editor no Brodway Journal. Em 1845, ele publica O Corvo, que é um de seus poemas mais famosos. Sua fama é tão grande que há um filme sobre o poema. (Abaixo, a esquerda, está uma foto que é muito usada e vista também. Ela é uma representação de Edgar com o Corvo). A foto a direita é a casa, especificamente Poe Cottage (como é chamada) onde Edgar morou em Bronx. Atualmente, ele é aberta ao público.

Edgar_Allan_Poe_by_Sirxlem

Em uma certa época, ele tenta suicídio com sobredosagem de láudano (extrato de ópio). Depois de tudo ele retorna para Richmond. Em 3 de outubro de 1849, ele é achado nas ruas de Baltimore com roupas desconhecidas,  em estado de delírio. Ele foi levado ao Washington College Hospital, onde morre quatro dias depois. No estado em que estava, ele não conseguiu declarar o que tinha acontecido com ele. De acordo com fontes presentes na época, suas últimas palavras foram: “Está tudo acabado: escrevam Eddy já não existe.” (Faz muito sentido)

Até hoje sua morte é um mistério. Ao longo dos anos foi proposto que a causa da morte pode ter sido diabetes, sífilis, raiva ou doenças cerebrais raras.

Edgar se diferenciou dos outros escritores de terror, pois ele trabalhava o terror psicológico nas suas obras, com personagens que sofriam loucuras, cometendo atos infames, etc. Seus contos são sempre narrados em primeira pessoa. Além de contos, ele também publicou novelas.

Das obras dele, eu já li (que eu me lembre) O Gato Preto. Normalmente eu não fico com medo, mesmo que o livro seja muito assustador, mas esse conto me deixou bastante intrigada. O jeito que ele escreve e faz o leitor participar e vivenciar os sentimentos do personagem é muito legal. Se você é uma pessoa que gosta de mistérios e histórias intrigantes, então você precisar ler os livros desse cara.

Me desculpem por ter ficado tão grande assim, mas é meio difícil resumir a vida desse autor. Espero que vocês tenham gostado. Semana que vem tem mais um post desse estilo. 🙂

Vocês já leram algum livro dele? Se sim, qual? Comentem e deixem sua opinião sobre o autor.

Beijos.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Edgar Allan Poe

    • Tenho o livro aqui, mas ainda não li. Vou correr e ler haha. As histórias dele são surpreendentes, né? Não é só você que imagina muitas coisas da morte dele. Quando eu fiz o post, fiquei o resto do dia pensando nas possibilidades. Obrigada.
      Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s