Resenha – A 5ª onda – Rick Yancey

5onda_capa Sinopse: “Depois da primeira onda, só restou a escuridão. Depois da  segunda onda, somente os que tiveram sorte sobreviveram. Depois da  terceira onda, somente os que não tiveram sorte sobreviveram.  Depois da quarta onda, só há uma regra: não confie em ninguém.  Agora inicia-se A QUINTA ONDA. No alvorecer da quinta onda, em  um trecho isolado da rodovia, Cassie foge deles. Os seres que parecem  humanos, que andam pelo campo matando qualquer um. Que  dispersaram os últimos sobreviventes da Terra. Cassie acredita que,  estar sozinho é estar vivo, até que conhece Evan Walker. Sedutor e  misterioso, Evan Walker pode ser a única esperança de Cassie para  resgatar seu irmão — ou até a si mesma. Mas Cassie deve escolher  entre a esperança e o desespero, entre a rebeldia e a entrega, entre a  vida e a morte. Entre desistir ou contra atacar. “

 

OMG. Primeiramente minha reação no final desse livro:

tumblr_lif7yxzkgZ1qeuqas

 

Sim, eu fiquei bem assim. Vamos começar a resenha.

Esse foi de longe um dos melhores livros de Sci-fi + romance que eu já li. Foi O livro que eu precisei para curar a minha ressaca literária, que vinha se agravando desde dezembro infelizmente. Para vocês verem, em janeiro li só 1 livro. E agora esse. Pra quem lia 10 livros em 1 mes, ler só 1, a coisa estava realmente muito séria.

Mesmo durante a leitura do livro, ainda estava de ressaca literária, então fui lendo de pouco em pouco. Mas chegou na página 260 e não dei conta mais de parar. SIM PESSOAL, minha ressaca tinha sido curada por esse milagroso e maravilhoso livro. Ai li as ultimas 100 páginas em uma sentada ou deitada kkk.

A história do livro flui muito fácil, da para ler em dois dias, pois é um livro que vai te prender, te arrebatar da terra, te sugar sentimentos e te fazer querer mais. Ai é o momento que você descobre que a continuação lança só final desse ano. Morto.

Cassie as vezes me irritava bastante, por ser muito cabeça dura. Mas por ser uma personagem muito durona, forte, me agradou muito. Ela me conquistou do mesmo jeito que a Tris ao decorrer de divergente. Evan ainda me gera dúvidas, ele conseguia me fazer sorrir em certas partes do livro, provando que é um personagem carismático. Já Ben. Ahhh Ben. Esse merece aplausos por todos. Além de ser um personagem muito bem escrito, tem a personalidade perfeita! Por favor, leiam e amem o Ben.

Quanto aos acontecimentos da história, por ser um começo de série, me surpreendeu muito, pois já tem bastante revelações, coisas que me deixaram boquiaberto, chocado em Cristo. Tenho toda certeza que o autor não vai decepcionar na continuação, NÃO PODE. A escrita do Rick é uma delicia de ler, nada pesado.

Enfim, recomendo MUITO esse livro, sério mesmo. Não é atoa que foi um dos mais vendidos em 2013 nos EUA. No Brasil ainda não to vendo muita divulgação, estou aqui exercendo minha parte de leitor amigo.

Obrigado por ler a resenha.

Beijos e abraços.

Ygor Renato         

Anúncios

[Resenha] Esconda-se – Lisa Gardner

9788581633107_1.jpg.1000x1353_q85_crop Uma mulher que foi obrigada a fugir — desde criança— de uma possível  ameaça. Uma ameaça que seu pai via em todo lugar, mas que a polícia nunca  considerou. Um antigo e desativado sanatório para doentes mentais que pode  ter muito mais a esconder entre suas paredes do que homens e mulheres  entorpecidos por remédios. Uma história de rancor entre membros de uma  mesma família que nunca conseguiram superar os episódios de violência  doméstica que presenciaram. Um pingente que foi em mãos erradas — e a  cena de um crime brutal: seis meninas mortas e mumificadas há mais de  trinta anos. Agora, cabe à famosa detetive D.D. Warren descobrir quem foi o  serial killer que cometeu esta atrocidade e que motivação infame deformou  sua mente. Acompanhe D.D. Warren na solução de mais este complexo caso e  encontre o inimaginável que está por trás de pessoas aparentemente comuns!

  No começo eu estava achando o livro bem monótono, fica naquilo da      descoberta do caso que abre o livro, a apresentação da personagem principal e etc. Demorei uns 4 dias para ler 115 páginas, para vocês verem o quanto eu estava com preguiça. Só que a medida que eu fui me forçando a ler, e foi chegando ali pela página 140, 150, eu me vi perdido em mais um livro, não ia conseguir parar de ler.

A história do livro é muito bem construida, e escrita também, a autora sabe escrever uma história que te prende totalmente (a partir de certo momento, citado anteriormente), e te faz querer ler o livro até você chegar no clímax da história, que é a hora que você fica sem ar, literalmente.

Quanto aos personagens, a detetive principal, D.D. Warren, as vezes me irritava um pouco, por ser meio sonsa, se assim posso dizer. O policial companheiro de Warren, Bobby, é super legal, gostei bastante dele e de saber sobre a vida dele, quero que ele apareça em mais livros da Lisa. Já a Annabelle é uma personagem SUPER misteriosa, te deixa intrigado o livro todo, querendo saber mais sobre a vida dela, e eu ficava doido, eu imaginava tudo e mais um pouco, até que de pouco em pouco vamos descobrindo e revelando coisas surpreendentes sobre ela.

Durante todo o livro a autora vai te levando por caminhos, por galhos, vai abrindo curiosidades em sua mente, vai te fazendo quebrar a cabeça pensando pra tentar desvendar os mistérios, e ai quando você acha que ta chegando lá, ela abre mais um mistério e te confunde totalmente. Achei isso tudo muito legal.

O desfecho do livro é incrível, quando reveleram o real assassino da história eu fiquei boquiaberto, literalmente, eu não acreditei. Nem passou  pela minha cabeça que poderia ser tal pessoa, #chocadoemCristo.

Recomendo super o livro, foi o segundo livro desse estilo, policial, que eu li. Pretendo ler mais coisas da Lisa gardner e também quero começar a ler Harlan. Dei 4 estrelas para o livro no skoob super bem merecidas, só não dei 5 pelo começo do livron não ter me prendido

Obrigado a todos que leram a resenha.

Beijos e abraços.

Ygor Renato

[Resenha] Easy – Tammara Weber

easy-enf Mais um romance New adult pra lista dos meus favoritos.

Easy conta a história de Jacqueline uma garota que tem uma vida totalmente  atribulada. Jackie totalmente apaixonada pelo seu namorado Kennedy, decide ir  junto com ele pra mesma universidade, mas o que ela não esperava era que após  dois meses, Jason enjoaria dela e os dois rompesse.

Sem seus pais em outra cidade, a garota vê a burrada que fez.

Um dia saindo de uma festa, Jacqueline quando chega no seu carro, vê um certo  movimento e percebe que era um dos rapazes da fraternidade do seu ex, e ele  tenta estuprá-la, e é ai que a história começa, quando Lucas a salva e ela o  conhece.

Acho que até hoje eu gostei de todos os livros do gênero New adult que eu li, e esse não ficou atrás. A escrita da autora é bem fluida e fácil de ler, e o livro não contém muitas cenas explícitas, para aqueles que não gostam.

A trama envolvente de Lucas e Jacqueline me fez ficar apaixonado novamente por esse tipo de livro. A relação entre os dois é fantástica, é uma coisa meio Travis e Abby (Belo Desastre), mas eu ainda prefiro Belo desastre haha, é o meu preferido do gênero.

Jacqueline fica encantanda com Lucas após o dia do acontecimento e descobre que ele estuda junto com ela, na mesma sala, e ela nunca tinha reparado nele. Sempre muito calado e sentado no fundo da sala, Lucas fica somente no olho a olho com Jackie. Ao passar da história a garota vai descobrindo mais coisas sobre ele e isso tudo vai mudando o rumo da história.

Quando Jacqueline vê que as duas semanas que ela faltou aula, depressão pós fim de namoro, vai prejudicá-la, talvez até mesmo a fazendo reprovar, ela corre atrás do professor para pedir ajuda e ele resolver dar mais uma chance para a garota e passa o número de um  monitor que vai ajudá-la na recuperação, chamado Landon. Quando ela começa a também se encantar pelo Landon que a coisa vai ficar complicada haha.

Achei o livro muito legal, dei 4 estrelas no skoob, só não dei 5 pois Belo Desastre tem 5 e nada ainda se compara com ele, na minha opinião. Recomendo o livro para todos amantes desse gênero, com toda certeza vai ser mais um que vai entrar pra sua lista de favoritos.

Obrigado por ler a resenha.

Beijos e abraços.

Ygor Renato.

 

 

[Resenha] Minha vida fora de série,1 temporada – Paula Pimenta

109932750GGTítulo Original:  Minha vida fora de série – 1 temporada.
 Autor: Paula Pimenta
 Páginas: 408
 Editora: Gutenberg
 Ano de Lançamento: 2011

Minha vida fora de série é o segundo livro de autor brasileiro que eu leio, e novamente eu não me decepcionei, só me apaixonei mais ainda e reconheço cada vez mais o quanto o Brasil tem talentos ‘escondidos’ por ai.

O livro conta a história de Priscila, uma garota de 13 anos que está vivendo um momento de crise em sua família. Seus pais separaram e ela, sua mãe, sua cachorra e sua gata (sim, Pri é apaixonada por animais), se mudam de São Paulo para BH. A garota está vivendo um momento da sua vida de adaptação em um novo local, o qual muito de nós já passamos por isso. Escola nova, amigos novos, nova rotina, tudo o que Priscila precisará se adaptar em Belo Horizonte.

Felizmente em sua nova cidade, que é a cidade natal de sua mãe, tem sua prima Marina, que a ‘importância’ dela na história é somente no começo, no processo de apresentar sua prima à nova cidade, depois ela meio que some. A história vai focar em um garoto que Priscila conhece e tudo pode acontecer.

No começo da história eu estava achando meio…, como eu posso dizer, precipitado a história. A garota principal Priscila tem somente 13 anos e já está apaixonando, e por garotos bem mais velhos que ela, e chorando por perdas de amor e sua mãe apoiando isso tudo e às vezes até a ajudando em ‘técnicas’ de sedução e etc. Acho que por estar fora da minha realidade e eu não aprovar esse tipo de comportamento de uma garota tão nova, penso se fosse minha filha, eu comecei meio que estranhando a história. Porém, a medida que a história vai deslanchando, tudo vai fluindo e eu fui acostumando com tudo, e gostando cada vez mais do livro.

A escrita da Paula, pelo amor de Deus, que delicia. Acho que nunca me senti tão confortável lendo um livro, ela te põe ali do ladinho dela, como se ela estivesse lendo a história pra você, isso acho que foi uma das coisas que mais me agradou.

A história também foi muito bem trabalhada, não teve brechas e furos no roteiro dessa ‘1 temporada’ haha. Citando isso, me lembrei de dizer que a personagem principal ADORA seriados e assiste vários. Todo começo de capítulo tem um trecho de falas de personagens de seriados e OMG, é cada quote mais legal que o outro, eu queria marcar todos.

Resumindo, eu dei 4 estrelas pro livro por ter amado a escrita da autora, por reconhecer que ela soube trabalhar muito bem em cima da história, e no geral ter gostado muito do livro. Só volto a dizer novamente, se o livro fosse com personagens de 16 ou até mesmo 15 anos, teria ganhado minhas 5 estrelas.

Recomendadíssimo para todos que gostam de um livro muito bom pra descontrair e conhecer novos autores brasileiros. Paula já tem um pedacinho da minha estante, já comprei a 2 temporada do livro, agora quero a outra série dela Fazendo meu filme.

Obrigado a todos que leram a resenha.

Beijos e abraços.

Ygor Renato.

[Resenha] Anna e o beijo francês – Stephanie Perkins

    Je veux aller à Paris!

Anna e o beijo francês é o livro de estréia da autora Stephanie Perkins, foi lançado nos EUA em  2010 e em 2011 foi lançado no Brasil.

O livro fala sobre a personagem Anna, que tem um irmão, pai e mãe e mora em Atlanta, e seu  pai, um escritor de romances, decide que ela vai para Paris estudar, e o livro conta tudo que  Anna passa em um novo país, conhecendo pessoas novas, novos lugares, uma nova cultura.

O começo do livro é um tanto quanto parado, mas à medida que a história vai fluindo, vai  ficando um livro gostoso de ler, e que te transporta para junto da Anna em Paris, e te deixa com  a sensação de querer estar lá. Foi a primeira vez que tive um contato maior com Paris e me  deixou com uma vontade tremenda de ir visitá-la.
O livro é um chick-lit, bem chick-lit, com todo romance possível.

Anna e o beijo francês é um livro para descontrair, para conhecer Paris de várias formas, e vivenciar com a Anna a maravilha que se é viver em um país europeu.

A história não deveria ter tantos personagens, primeiramente porque não foca em todos, foca apenas em alguns, então os outros personagens na minha opinião ficaram sobrando, foram criados só para lotar a história de gente que não precisava, às vezes eu ficava perdido com tanto nome, sendo que não tiveram tanta importância (alguns personagens).

É um livro recomendado para quem curte um romance bom de se ler, não é um Nicholas Sparks da vida, é um romance de garota no ensino médio apaixonada, mas a autora sobre aprofundar no assunto do jeito certo. Pretendo ler Lola e o garoto da casa ao lado e o próximo livro da autora que lança em setembro nos EUA (Isla and the happily ever after), eu gostei da escrita da Stephanie.

Obrigado a todos que leram a resenha, curta nossa página no facebook e siga o blog, ajuda muito.

Beijos e abraços.

Ygor Renato.